Poupanças

By Olívia Muniz - dezembro 07, 2017


Para mim, sempre foi importante poupar dinheiro. Seja para roupa, livros, telemóvel, coisas para a casa...
E agora, ao morar junto com o M., ainda se torna mais importante. Ele diz que tenho de o ensinar a poupar, porque, como temos alguns projectos "grandes" em mente, é preciso termos o nosso pé de meia. Para além disso, se acontecer algum acidente ou algo semelhante, é bom termos um fundo com o qual podemos contar.
Como tal, apliquei algumas "regras" em casa que acho que vão ajudar bastante a economizar para os nossos sonhos.

- Porquinho mealheiro: Já tenho um frasco de mel vazio com um corte em cima, que vou pintar e decorar e vai ser o nosso mealheiro. Está na sala, e o objectivo é ir colocando as moedinhas que se acumulam no final do dia. Parece pouco, mas aos poucos e poucos vai se juntando um dinheirinho.

- Organizar as compras: Antes, íamos quase todos os dias ás compras, porque nunca planeávamos as refeições com antecedência, o que levava a que gastássemos muito mais dinheiro em comida. Já se sabe que quando se vai ao supermercado traz-se sempre mais alguma coisinha: uns chocolates, umas batatas fritas, umas canecas... Como nós só cozinhamos ao jantar (levamos a marmita para o local de trabalho), decidi fazer uma tabela com as refeições de cada dia. Assim, vamos às compras apenas no fim de semana, e compramos logo tudo para a semana, e não há o risco de cairmos em tentação.

- Marmita: Para quem não tem tempo de ir a casa à hora do almoço, o ideal é levar a marmita. Almoço e snacks. Fica muito mais económico. Parece que não, mas 1€ para um bolo num dia, o prato do dia a 5€ no outro, e no fim de mês vão algumas dezenas ou até mesmo centenas de euros que se podiam ter poupada.

- Conta poupança: Também um passo básico mas muito importante. Se o dinheiro estiver todo junto na mesma conta, vamos acabar por gastá-lo, nem que seja sem querer. Por isso, abri um conta poupança dentro da minha conta normal, sem custos associados, e assim consigo sempre dividir o dinheiro e ter mais controlo naquilo que gasto.

- 10%: Definimos que todos os meses, 10% do ordenado vai directamente para a conta poupança.

- Dinheiro extra: Eu faço catsitting e o M. passeia cães, e esse dinheirinho extra também vai directamente para a conta poupança, assim como o subsídio de Natal e afins.

- Estabelecer limites: Saber para que é que é o dineiro poupada e quanto se precisa também é importante. Acaba por ser um estímulo: por exemplo, durante um ano vou tentar poupar 5 mil euros para comprar um carro. Assim sentimo-nos mais motivados a poupar e a não gastar em outras coisas desnecessárias.

E pronto, com as tas dicas básicas, aos poucos e poucos vamos poupando. Mais algum truque que utilizam para poupar?

  • Share:

You Might Also Like

14 comentários

  1. Ótimas estratégias de poupança! Obrigado pelas dicas ;D

    ResponderEliminar
  2. desde pequena que sempre aprendi a poupar , a pensar no futuro e sempre usei o porquinho , até hoje tenho vários porquinhos destinados a x coisas !
    Adoro sempre aprender mais sobre isso .
    Já sigo o blog linda :)
    O Olhar da Marina

    ResponderEliminar
  3. Bem interessante os métodos que usa para poupar dinheiro, ultimamento tenho me controlado melhor em relação a gastar rsrs e tem sido muito bom! beijos

    Vem me visitar - Feminices cor de Rosa

    ResponderEliminar
  4. Adorei as dicas, são bastante úteis e funcionais!
    Sempre tive a preocupação de ser poupada. Claro que há alturas em que o nosso lado consumista fala um pouco mais alto, mas tenho o cuidado de ponderar aquilo que vou comprar, para não cair na tentação de adquirir coisas por impulso. Acho que o segredo é mesmo definir prioridades e questionarmo-nos sobre a utilidade da compra.
    Há uns anos, aproveitei um frasco de bombons e passei a usá-lo como mealheiro. No final de cada semana, colocava lá o dinheiro que sobrava daquele que os meus pais me davam para gastar na faculdade. E, por exemplo, muitas atividades de praxe foram pagas com esse dinheiro. Outra coisa onde senti grande diferença foi quando passei a levar almoço para a faculdade. No meu primeiro ano, almoçava quase todos os dias fora (porque não tinha tempo de ir a casa) e isso ficava dispendiosos. A partir do segundo ano decidi começar a levar marmita. E se no primeiro ano 10€ davam-me para 2 dias, por exemplo, no segundo davam-me para a semana inteira e ainda sobrava.
    Por vezes, não precisamos de muitos, basta-nos mesmo fazer alguns ajustes e conseguimos poupar bastante

    ResponderEliminar
  5. Ótimas dicas! ♥
    https://keepcalmandshopvintage.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Ótimas dicas! Eu levo sempre marmita para o estágio e compensa imenso pois nunca há sítios assim mais em conta para refeições em condições! Excecionalmente, quando estou na faculdade, almoço na cantina em que o preço pela refeição completa é mesmo muito baixo (cerca de 3€) e por vezes é o melhor!

    https://mundodablue.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Gostei imenso das dicas, algumas já utilizo e recomendo :D

    beijinhos,
    DEZASSETE | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  8. Adoro dicas de poupança! O mealheiro é mesmo uma maneira muito boa de poupar alguma coisa sem sentirmos um grande peso!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  9. Quando fomos buscar o nosso cão usámos o truque do mealheiro. E ainda hoje pomos dinheiro de parte para tudo o que seja do cachorro. Assim não sai das nossas contas. Além disso tenho uma conta a ganhe juros para um dia mais tarde trocarmos de carro. Foi com uma conta poupança (neste caso do david) que demos entrada para a casa onde estamos. Há momentos em que não parece fácil poupar mas pequenos truques fazem toda a diferença!

    ResponderEliminar
  10. Ótimas dicas! Já utilizo algumas mas nas compras é onde gastamos realmente mais! 1.99€ aqui mais 2.99 ali e vai uns quantos euros... Boa continuação! :)

    ResponderEliminar
  11. Eu sempre fui educada assim, poupar cada cêntimo e assim se chega ao longe, graças a isso, aos meus pais e à conta poupança que tenho desde que existo, consegui com 28 anos comprar um carro e pagar a pronto, não será um grande feito para muitos mas para mim é uma vitória e uma conquista que nem toda a gente consegue. Por isso mesmo, não podia concordar e rever-me mais nas tuas dicas :)

    ResponderEliminar
  12. Também tenho uma caixa onde junto moedas de 2€ e uma conta poupança associada à minha conta à ordem. No início parece que não vamos conseguir juntar um cêntimo, mas quando começamos a ver que afinal é possível, até o fazemos com gosto!

    Obrigada pela tua visita!

    Beijinho
    Carla

    ResponderEliminar
  13. Excelentes dicas - e agora lembraste-me que tenho MESMO que abrir uma conta poupança. Plano para 2018? Provavelmente... :)

    Jiji

    ResponderEliminar